×
Assine nossa newsletter!

Gostou ?
















Turbinando a Produtividade dos Empreendedores

Turbinando a Produtividade dos Empreendedores

Empreender é bem diferente de trabalhar em uma função já consolidada. A principal diferença é que enquanto nos negócios consolidados os processos estão muito bem definidos, ou seja, cada um sabe exatamente o que e quando fazer algo, os empreendedores precisam descobrir por conta própria a forma mais eficiente de atuar.

Isso se agrava caso a mentalidade não esteja preparada para essa situação. Ficar simplesmente buscando aprovação da equipe e se dedicando às tarefas, sem prioridade e foco, é a receita para trabalhar muito sem tirar o negócio do lugar.

A principal dica aqui é ter um plano definido: saber qual o objetivo de cada atividade e trabalhar primeiro nas que vão consolidar a viabilidade do empreendimento (geralmente seu produto que será capaz de faturar bem primeiro, ou seja, o que irá trazer o Retorno sobre o Investimento).

Esse plano não precisa ser imensamente detalhado, uma das grandes vantagens das empresas pequenas é a facilidade para realizar mudanças quando necessário. Porém uma estratégia simples, revisada semanalmente, tornará possível separar as tarefas mais importantes das que podem ser feitas em uma fase posterior.

Um exemplo de tarefa prioritária é testar a funcionalidade da solução antes de desenvolver todos os sistemas. Muitas vezes equipes perdem meses desenvolvendo softwares complexos antes de perceber que aquele serviço não vai agregar valor. Acaba sendo um desperdício de esforços.

Quando a escala do negócio ainda é pequena é interessante testar artesanalmente o fluxo de trabalho, para então automatizar as partes mais críticas. Às vezes as soluções simples são as melhores: ao invés de contratar diversas telefonistas para responder dúvidas, ter um FAQ bem escrito geralmente resolve melhor parte do problema.
Priorizando, testando, delegando e só então automatizando é possível minimizar o retrabalho e atingir os resultados muito mais rapidamente do que simplesmente fazendo sem parar aquilo que parece mais urgente. Se você está apenas apagando incêndios lembre-se que sua prioridade deve ser primeiro “prender o incendiário”.

Compartilhe:

Sobre o autor

Gustavo Rocha Dias
Sou apaixonado por entender como as coisas funcionam e cultivar ideias não usuais. Me formei em Engenharia de Automação na POLI-USP, mas depois de alguns anos aprendendo as técnicas desse mercado resolvi expandir meus horizontes atuando em novos negócios.
Veja todos os artigos de Gustavo Rocha Dias

Deixe uma resposta