Talentos: Como criamos uma máquina de brilho nos olhos de jovens estrelas? 

Em meio a um mercado repleto de possibilidades, as startups atraem os jovens pela possibilidade de desenvolvimento e crescimento rápido.

No CAOS Focado existe um processo estruturado de busca contínua de talentos estrela, e uma capacidade ímpar de formar lideranças jovens, para assumir muita responsabilidade com alto desempenho nas startups nascentes em pouco espaço de tempo. 

A proposta de valor para o talento (Employee Value Proposition – EVP) é ímpar, porque uma jovem estrela pode construir uma área do zero, se tornar head da área, contratar pessoas para liderar e conquistar stock options da empresa em um período de 2-4 anos. Nenhum programa de trainee, por mais arrojado que seja, ou mesmo posições em startups mais consolidadas, oferece uma oportunidade de crescimento tão acelerado e empoderador como o CAOS Focado. Não é à toa que em último evento em que a CAOS Focado apresentou sua proposta de valor a jovens talentos em uma palestra, mais de 50% dos participantes se interessaram em ingressar na nossa base de talentos, de forma superior até aos empregadores patrocinadores de tal evento.

(mais…)

CAOS Focado: Os opostos que se relacionam

O Brasil é um dos principais pólos de criação de startups no mundo. Dados recentes do ecossistema mostraram que, em 2020, tivemos mais de 13.400 startups e este ano, adicionamos 16 unicórnios brasileiros para esta conta

Porém, outra realidade são os índices de startups que não sobrevivem aos primeiros estágios do negócio. Alguns dados do SEBRAE constataram que pelo menos 25% das startups sobrevivem um tempo menor ou igual a um ano e 50% até quatro anos. 

Esses dados nos levam a refletir sobre o que acreditamos ser o modelo ideal para a construção de startups. Com uma base sólida, na qual a fase inicial, o early stage desse novo negócio, é parte fundamental para fugir dessa estatística.

 É neste contexto que o caos e o foco se aplicam. Vamos explicar o porquê. 

(mais…)

Case Nave à vela: Da construção à Aquisição

O Nave à vela, startup que leva a cultura maker para as escolas com novas práticas de ensino com currículo de cultura de inovação, foi a primeira startup do CAOS Focado a ser adquirida. Neste case narrado por Lucas Torres, fundador da startup, ele conta como foi a trajetória de inovação na área da educação desde a ideia da construção da edtech até à aquisição por um dos maiores grupos de educação do país, a Arco Educação. 

(mais…)

Startups Deep Tech no Brasil

Deep tech entrou como um jargão na seara de startups em 2014 pela investidora Swati Chatuverdi da Propel(x) Venture Capital. Segundo o report SGInnovate Insights, ela queria diferenciar empresas de “tecnologia profunda” da massa em geral de startups de Internet, dispositivos móveis e comércio eletrônico, baseadas em inovação de modelo de negócios, incremental, melhorias de serviço ou de implantação de tecnologias padronizadas.

(mais…)

As similaridades da tese da Caos Focado Ventures com a tese da SHV

A construção intensa de startups é um modelo recente, porém, em ascensão e com exemplos de sucesso. Desde a década de 2000, a equipe de gestores da Sutter Hill atua na operação das startups incubadas, assumindo o papel de “CEO interino” em dois dias da semana, até validar as principais hipóteses de produto e mercado, contratando um CEO full time para escalar o negócio. Do portfólio, A Pure Storage tem valuation de +U$ 3Bi e recentemente a Snowflake fez um IPO de U$ 70Bi, com a Sutter Hill possuindo mais de 20% do negócio.

(mais…)

10 anos CAOS Focado

Encontro de trajetórias incomuns

Na Engenharia Mecatrônica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo encontraram-se dois alunos com trajetórias incomuns.

Diogo Dutra, que decidiu ser inventor aos 8 anos de idade, tinha acabado de voltar do intercâmbio na École des Mines de Paris se especializando em Engineering Design com aprofundamento na Teoria C-K de Design proposta por Armand Hatchuel, tema que depois embasou seu mestrado na USP, com enfoque em Service Engineering Design.

(mais…)

Venture builder: um novo jeito de criar startups

Qual o principal dilema no ecossistema de startups no Brasil: será que falta capital para investir em negócios inovadores ou falta demonstrar capacidade de entrega de resultados para atrair capital? A nossa proposta para criar startups surge a partir da possibilidade de diagnósticos mais maduros sobre os fatores críticos de sucesso de inovações desenvolvidas em nosso país.

(mais…)